Foto: Angelo Rocha

 

Na edição de hoje (20), "O que aprendi com Jornalismo?" traz as estudantes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Bruna Oliveira e Nathasja Rotter para comentar a experiência de ouvir pessoas e contar histórias que o curso proporciona.

Acadêmicos encontram dificuldade para acessar a internet nas dependências da UEPG.

Ao ativar o sistema wireless nas dependências do prédio da UEPG, nota-se a disponibilidade de três redes principais: WirelessUEPG, visitantesUEPG e eduroam. Os estudantes reclamam que nenhuma das redes disponíveis funciona de forma satisfatória. A maioria dos acadêmicos possui problemas para entrar em sites, redes sociais ou enviar mensagens. A alternativa, muitas vezes, é acessar a internet através dos laboratórios de informática com computadores de rede proxy.
A Universidade orienta os estudantes a usarem a rede eduroam devido ao melhor alcance. Para isso, é necessário fazer registro de login e senha. Os acadêmicos devem procurar o Núcleo de Tecnologia de Informação (NTI), no Campus de Uvaranas. Acompanhe na reportagem:

Foto: Angelo Rocha

A partir desta semana, o Periódico publica textos semanais de ombudsman, uma das formas de crítica de mídia mais conhecidas no Brasil. Para ocupar a função, a redação convidou quatro jornalistas profissionais, que enviam, uma vez por mês, uma análise dos conteúdos postados no portal. Dessa forma, os profissionais representam os leitores e contribuem para que a equipe do Periódico tenha consciência dos anseios do público de um bom trabalho jornalístico. Conheça os jornalistas escolhidos para a função.

Entre os dias 1º e 7 de agosto acontece em cerca de 120 países a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM). O projeto desenvolve ações de proteção e apoio à amamentação como palestras e cursos. Neste ano, com o slogan "Trabalhar juntos pelo bem comum", a semana comemora a 25ª edição.

Foto: Lucas Cabral
A ação teve como objetivo a conscientização em relação ao sistema público de ensino

Ocorreu nesta terça-feira, 20 de junho, o Dia Nacional de Mobilização rumo à Greve Geral. A data foi marcada pela paralisação das atividades nas universidades públicas estaduais como forma de protesto contra o sucateamento do sistema público de ensino no Paraná, cujo alvo principal foi o programa Meta-4 proposto pelo governo Richa.