Foto: Mirna Bazzi

Na última terça-feira (24), a Comissão Especial de Investigação do Lixo em Ponta Grossa se reuniu na Câmara Municipal para ouvir o presidente da empresa Ponta Grossa Ambiental (PGA), Marcus Borsato, e a presidente do Conselho de Meio Ambiente (Comdema), Caroline Schoemberger. Em pronunciamento, a presidente do Comdema defendeu que o aterro do Botuquara deve funcionar por mais dois anos e diz ser contra o novo processo de licitação para escolher uma empresa responsável pela destinação do lixo. Nesta edição do Correspondente Local você confere a repercussão do caso na Câmara dos Vereadores. Assista também a uma reportagem sobre a Comissão Especial de Investigação da München Fest de 2017, a cobertura da Superliga Masculina de Vôlei e uma reportagem especial sobre intolerância nas artes. Confira:

“Existe uma carência de leis que tragam melhoria no espaço público”, protestou o vereador do PDT

Na última quinta-feira, 23/06, o vereador Antônio Laroca (PDT) concedeu entrevista ao Periódico e tratou do planejamento urbano e o processo de elaboração do Plano Diretor no município. Segundo Laroca, há falta de vontade do poder público de realizar o plano. Confira a entrevista na íntegra.

Confira os principais temas que marcaram os debates dos cerca de 120 participantes da 6ª Conferência da Cidade de Ponta Grossa, realizada entre 24 e 25 de junho de 2016. A equipe do Periódico acompanhou as discussões realizadas nos grupos que definiram propostas aos sete eixos temáticos do evento.


Risco de segregação espacial marca debate sobre expansão urbana em PG

Um dos principais pontos de discussão do eixo temático Expansão Urbana, na manhã de sábado (25/06), foi o crescimento do município, sendo ele desordenado ou não, e suas conseqüências. O eixo, trabalhado paralelamente a outros seis temas, faz parte da 6ª Conferência Municipal da Cidade de Ponta Grossa, que visa formular diretrizes para uma política pública ao planejamento e gestão urbana municipal.

​“É preciso pensar processos de preservação que incluam a população, não que a afastem ainda mais.”, critica Cesar Saad, um dos participantes do eixo temático Patrimônio, Cultura e Turismo na 6ª Conferência da Cidade de Ponta Grossa. "Estas questões devem nortear a formulação do Plano Diretor da cidade, que está em elaboração, aos próximos 10 anos", completa Saad.