Foto: Kimberlly Safraide

A Área de Proteção Ambiental da Escarpa foi criada em 1992 para proteger as cachoeiras, cavernas, cânions e fendas, além do patrimônio arqueológico existente no Paraná

 

Nesta edição do Ponto da Notícia Entrevista, convidamos Henrique Pontes para dar continuidade à série de entrevistas sobre espaço urbano. O geógrafo responde questões relacionadas ao direito à cidade e à proposta de redução da Escarpa Devoniana. Confira:

Bloco 1:

É possível conciliar a conservação da biodiversidade da área e ao mesmo tempo extrair e retrair recursos naturais de forma sustentável? Confira! Bloco 2:

Pontes explica a questão da Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana, desde questões técnicas e científicas, até ambientais e sustentáveis. Para ele, a utilização da APA da Escarpa precisa ser sustentável, pois a região é rica em biodiversidade e em patrimônio arqueológico, saiba mais!

Bloco 3:

O programa 'Minha Casa, Minha Vida' e a questão da distribuição geográfica das casas do projeto. Por que tão distantes do centro da cidade?

 

Confira também:

Ponto da Notícia: Vôlei sub-18 do Neo Master representa o Paraná