Mercado Municipal se tornou um "hotel' de andarilos e moradores de rua.

Oficialmente fechado em 2011, o Mercado Municipal José Hoffman se encontra, atualmente em estado de total abandono. Sem parte do teto, o local virou um habitat de transmissores de doenças e ponto de consumo e tráfico de drogas. Entretanto, uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa e a empresa Tekla Engenharia, pretende investir cerca de R$ 20 milhões para reformular os espaços.

Em dias de maior volume de chuvas, nascente de área construída reaparece (Foto: Angelo Rocha).

A prefeitura de Ponta Grossa autorizou a construção de um condomínio residencial  em uma área de nascente, na rua Prefeito Albary Guimarães, localizada na Vila Ricci, próxima ao contorno Núcleo Santa Paula (Bairro Contorno). Além da construção em espaço que deveria ser protegido, foi feita posteriormente uma canalização da nascente. Em dias de chuva, a água verte no terreno ao lado e a nascente reaparece.

A situação da rua é precária, sem calçada, esburacada e em alguns trechos não possuiu asfalto. Foto: Igor Vieira

A rua Baltazar Lisboa, localizada no bairro Ronda, apresenta trechos intransitáveis. Os moradores reclamam da má conservação, problema que se agrava principalmente em dias de chuva, quando a lama toma conta de tudo. Em dias de tempo seco, os moradores relatam que a poeira é insuportável. Apesar de todos os problemas, alguns trechos da rua apresentam bom estado de conservação e os devidos sinais de trânsito.

Proprietários abandonam os terrenos em situação precária e moradores de região reclamam da sujeira. Foto: Gabriel Neto

Moradores da região reclamam dos transtornos e dos perigos causados pelo descaso dos proprietários que abandonam lotes. Existem diversos casos flagrantes no bairro Jardim Nossa Senhora das Graças, alguns terrenos podem afetar a saúde pública.

Comunidade desfruta das opções de lazer, mesmo com condições precárias - Foto: Ellen Almeida

A pista de skate da Santa Paula desde a inauguração não passa por reparos ou reformas e, consequentemente, se degrada a cada dia. Mesmo assim, os adolescentes do bairro usam parte da estrutura que ainda está em boas condições e utilizam o espaço para esporte, lazer e também em algumas vezes recebe shows de rap.