A reforma do Colégio Estadual Frei Doroteu de Pádua, no bairro Periquitos, em Ponta Grossa é uma reivindicação antiga dos estudantes da escola. Em agosto de 2016, o superintende de Desenvolvimento Educacional do Governo do Paraná, Victor Hugo Boseli Dantas já havia prometido obras na instituição. Somente em fevereiro deste ano, as construções tiveram início. O prazo para finalização era de até julho de 2017. Contudo, a engenheira responsável do Núcleo Regional de Educação, Alana de George informou que as obras devem ser concluídas apenas em fevereiro do ano que vem. Segundo a engenheira, serão entregues somente duas das quatro salas de aula que precisam de mudança. Confira na reportagem a seguir mais detalhes sobre a falta de infraestrutura no Colégio Frei Doroteu:

 

27239268356 6148029eb8 z

Foto: Kimberlly Safraide

Para sua segunda edição, o Ponto da Notícia Debate, discutiu a Lei aprovada pelo STF referente ao ensino religioso de natureza confessional nas escolas da rede pública, as quais, agora podem seguir os ensinamentos de uma religião específica. Foram convidados para a mesa o professor doutorando em Teologia pela PUC-PR, Kevin William Kossar e o professor Mestre em ensino em História, Fábio Maurício Holznann para discutir a presença da religião de forma curricular na educação .
No primeiro bloco, os convidados apontam as possibilidades de situações que a nova lei pode acarretar nas atividades escolares. A partir de um enquete, analisaram a opinião do público e suas preocupações frente a emenda.


No segundo bloco, o debate foi em torno de como será posta em prática a nova Lei, e seus quais serão seus impactos no ensino e na convivência dos estudantes no ambiente escolar.


No terceiro e ultimo bloco, os professores comentam sobre como as diferentes crenças e ideologias serão afetadas pela Lei, e como ela compromete a diversidade religiosa dos estudantes.

Foto: Juliana Lacerda

Foto: Juliana Lacerda

 

O ensino religioso nas escolas públicas no Brasil é o tema da reportagem especial do Correspondente Local do dia 19 de outubro. O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no dia 27 de setembro, por meio de votação que o ensino religioso nas escolas públicas pode ter natureza confessional, isto é, que as aulas podem seguir os ensinamentos de uma religião específica. A partir dessa decisão do STF, nossa equipe preparou uma reportagem especial discutindo o assunto através da perspectiva de entidades religiosas e do setor da educação em Ponta Grossa.

Membro do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná acredita na melhora do Sistema Único de Saúde

 

Foto: Ellen Almeida

No 100º aniversário do marco histórico, mestrado de jornalismo da UEPG convida comunidade acadêmica para diálogo interdisciplinar

Foto: Leonardo Camargo