O grupo ACorteSeco caracteriza-se pela Cultura Pop e o hibridismo nas produções

O principal diferencial do grupo teatral ACorteSeco é a relação entre cinema, teatro e cultura pop presente nos espetáculos. A equipe se identifica com essas linguagens e trabalha ainda com a pesquisa estética e o uso da memória para construção dos enredos. A companhia profissional e independente de teatro criada em 2011, surgiu inicialmente com quatro integrantes que atuavam em Curitiba. Logo o grupo passou a trabalhar em Ponta Grossa e realizou projetos no decorrer da carreira, como: Shakespeare para Escolas, O Quarto de Cinco cantos, Essa propriedade está condenada e Fala Comigo Doce como a chuva.


Desde o ano passado a companhia trabalha com o projeto da peça “Lado B”, que conta com equipe de cinco integrantes. Os ensaios iniciaram em janeiro deste ano e peça estreou em março. O espetáculo é escrito e dirigido por Fernando Meira e traz a história da separação de um casal. A peça teatral utiliza de músicas , trilhas sonoras dos anos 1980 e 1990 e da cultura Pop para retratar as memórias e conexão entre os dois. No enredo os personagens, Samantha e Vitor se conhecem no Sebo Arco da Velha, um espaço conhecido nos anos 90 em Ponta Grossa.


Não dá pra dizer que a peça seja voltada somente para adultos com mais de 30 anos, por conta dos estilos musicais, já que o espetáculo fala de amor, assunto que sempre conquista público. O grupo ACorteSeco apresenta a peça “Lado B” no próximo dia 13 de agosto, às 19h no Cine Teatro Ópera. A apresentação faz parte de uma mostra de grupos da Associação de Circo Teatro Organizado (ACTO), por isso a capitalização de recurso será por meio do sistema “pague o quanto vale”. A iniciativa visa promover a democratização do acesso a bens intelectuais e culturais.

Serviço: O espetáculo “Lado B” acontece dia 13 de agosto, às 19 horas no Cine Teatro Ópera. A Classificação da peça é de 12 anos.