Foto: Antoniela Signor

A Igreja Matriz Sant’Ana da cidade de Ponta Grossa, conhecida também como Catedral Sant’Ana, é um ponto marcante, por sua arquitetura diferenciada e localização,
que abriga diversos fiéis e momentos de devoção. A Catedral é um dos pontos turísticos visitados pelo projeto “Conheça Ponta Grossa Caminhando”, desenvolvido pelos alunos do curso técnico em guia de turismo do Colégio Júlio Teodorico. O projeto visita 26 lugares no Centro da cidade, com o propósito de conhecer melhor os pontos turísticos no espaço urbano.

A primeira sede da igreja era uma capela simples e com pouco espaço, chamada de Capela de Telha. Em 1823, houve a necessidade de construir uma outra igreja que tivesse capacidade de abrigar mais pessoas e que estivesse em uma localização melhor. A história conta que os fazendeiros da região não conseguiam entrar em um acordo de onde construir a nova sede, então decidiram que um casal de pombos seriam soltos, e onde eles pousassem seria feita a igreja. Os pombos pousaram em uma cruz que ficava ao lado de uma figueira no alto de uma colina.

A história da Catedral Sant’Ana é conhecida por quase todos os ponta-grossenses, entretanto o prédio foi construído nesse local por ser o ponto mais alto da cidade, para que a imagem de Sant’Ana fosse abrigada.

Em 1906, uma nova igreja foi construída e projetada pelo arquiteto italiano Nicolau Ferigot, mas acabou sendo demolida. Muitos dizem que a demolição se deu para que o local aumentasse a capacidade de fiéis em seu interior. Porém o Bispo Dom Geraldo Pellanda, que assumiu a Diocese de Ponta Grossa em 30 de abril de 1965, autorizou a demolição do espaço em prol da construção de um edifício que simbolizasse a imponência que a Princesa dos Campos Gerais desejava.

Em 1978 foi feita a sede atual da Igreja Matriz, tendo mais espaço para o público e o formato moderno que chama a atenção, por remeter o formato de um pavão, e demorou 31 anos para ser concluída.

A Catedral Sant’Ana é um ponto turístico em Ponta Grossa e uma das maiores igrejas da cidade. No ano de 2016, a direção da Catedral teve a ideia de grafitar os muros do Salão Paroquial. A alternativa veio da necessidade de evitar o vandalismo que marcavam as paredes da próximas à igreja, e enfatizar a mensagem religiosa que o espaço proporciona. O prédio está localizado na Praça Marechal Floriano Peixoto, que também reúne muita história em comemoração aos 150 anos da elevação de Ponta Grossa a Freguesia.

Serviço: A Igreja Matriz Sant’Ana está localizada na rua Santana, no Centro da cidade.