Jennifer Lawrence Mother Banner
Foto: Divulgação

Longa-metragem escrito por Darren Aronofsky estreou nos cinemas brasileiros no dia 21 de setembro

Confuso e cheio de simbolismos, o filme Mother veio para deixar o espectador reflexivo e irritado durante e após o filme, com metáforas ao longo da trama. O fato é que o longa-metragem de duas horas embaralha a cabeça do público, que não consegue entender o filme se interpretá-lo ao pé da letra, já que todas as partes contém alegorias bíblicas, que só podem ser entendidas, de fato, no fim do filme, ou se já houver um conhecimento prévio do objetivo do autor.

Mother sintetiza uma nova representação da bíblia desde o livro de Gênesis - com a criação do mundo - até o de Apocalipse – que retrata o fim de tudo. Assim, o personagem interpretado por Javier Bardem é uma caracterização do ‘Criador’, representado como um poeta, aquele que dá vida às histórias. A personagem principal, interpretada por Jeniffer Lawence, é a analogia de ‘Casa’, de ‘Terra’, do lugar onde vivemos. Através do cenário, o diretor também explora outro tema do filme: a relação dos seres humanos com o meio ambiente.

Ao trazer reflexões sobre a degradação da natureza, fanatismo e relações abusivas, por conter várias referências e subjetividades, o filme exige uma grande dose de interpretação da plateia em cada cena que é narrada.

Na parte técnica, o filme também pode desagradar o público, já que as filmagens são feitas em perspectiva POV, seguindo o ponto de vista da protagonista, o que causa um pouco de desconforto com relação à imagem, já que a câmera fica em movimento em quase todos os momentos. A exceção são as cenas em que o enquadramento fica mais fechado no rosto de Jeniffer Lawrence, dando um ar de suspense para a cena, apesar de não ter nenhuma música de fundo durante todo o filme. As imagens do longa-metragem também são mais apagadas, voltadas para tons mais escuros, representando o teor de drama psicológico que o filme carrega.

O diretor e autor da trama, Darren Aronofsky, também é ambientalista e autor dos filmes Noé, de cunho religioso; e de Cisne Negro, que contém referências simbólicas e drama psicológico.
Serviço: O filme está em cartaz no cinema do Shopping Palladium, nos horários: 17h, 19h15 e 21h30.